Casamento Judaico

Casamento judaico

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é casamento-judaico-2.jpg

Curiosidades do Casamento Judaicoz

 

Casamento Judaico

Casamento Judaico,  é visto como um vínculo contratual entre um homem e uma mulher, através do qual eles se unem para criar uma família. Embora a procriação não seja o único propósito, um casamento judaico também é esperado para cumprir o mandamento de ter filhos. O foco principal centra-se em torno do relacionamento entre o marido e a esposa.
No nível espiritual, o casamento é entendido como o significado de que o marido e a esposa estão se fundindo para formar uma única alma.
É por isso que um homem é considerado “incompleto” se ele não for casado, como sua alma é apenas uma parte de um todo maior que continua a ser unificada.

 

É realizado dentro dos conceitos estabelecidos da Torá,do Talmud e da Halachá. O casamento judeu diferente de um casamento cristão ou de outras religiões, pois tem todo um significado em cada etapa desde o dia do casamento até o “Kidushin´´ a Consagração do casamento.

Segundo algumas tradições rabínicas, Deus perdoa completamente qualquer pecado que os noivos tenham cometido em suas vidas, para que possam começar suas vidas de casados em um estado totalmente puro.

Relações sexuais regulares são esperadas entre o marido e a mulher. Esta obrigação é conhecida como “onah”. Na tradição Judaica, as relações sexuais no casamento constituem-se em mandamento religioso.

O Noivado – Casamento Judaico

Na lei judaica, um noivado (irussím) é um contrato entre um homem e uma mulher e onde se comprometem a se casar em algum momento futuro e as condições em ele deverá ser realizado.[3] A promessa pode ser feita pelas partes pretendentes ou por seus respectivos pais ou outros parentes em seu nome. A promessa é formalizada em um documento conhecido como o Shtar Tena’im, o “Documento das Condições”, que é lido antes do badekin. Após esta leitura, as mães da futura noiva e do noivo quebrar um prato. Hoje, alguns assinam o contrato no dia do casamento, alguns fazem-no como uma cerimônia anterior e outros não o fazem por completo.

O Torá

Torá (do hebraico תּוֹרָה, significando instrução, apontamento) é o nome dado aos cinco primeiros livros do Tanakh (também chamados de Hamishá Humshêi Toráחמשה חומשי תורה – as cinco partes da Torá) e que constituem o texto central do judaísmo. Contém os relatos sobre a criação do mundo, da origem da humanidade, do pacto da Divindade com Abraão e seus filhos, e a libertação dos filhos de Israel do Egito e sua peregrinação de quarenta anos até a terra prometida. Inclui também os mandamentos e instruções que segundo o judaísmo tradicional, foram dadas a Moisés para que a entregasse e ensinasse ao povo de Israel.

Chamada também de Lei de Moisés (Torát Moshé, תּוֹרַת־מֹשֶׁה), por vezes o termo “Torá” é usado dentro do judaísmo rabínico para designar todo o conjunto da tradição judaica, incluindo a Torá escrita, a Torá oral(ver Talmud) e os ensinamentos rabínicos.

O Chupá ou Khupá

Chupá ou Khupá (pronuncia-se rupá, do hebraicoחוּפָּה), plural Chupot ou Chupos (hebraicoחוּפּוֹת) é a tenda sob a qual se realiza o casamento judaico. Confeccionada em tecido ou, na falta do mesmo, um talit esticado entre quatro varões, símbolo da moradia a ser dividida pelo casal. Aberta por todos os lados representando a hospitalidade incondicional aos amigos e parentes além de ser geralmente montada ao ar livre como sinal de bênção divina.

Clickcasamentos

 

Fonte: wikipedia

Sobre clickcasamentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *